Arquivo da tag: Oficina Literária

Divulgação [3] – Clube do Livro Lygia Bojunga

Arte: Moysés Lavagnoli

 

O Clube do Livro Lygia Bojunga é uma atividade mensal ligada à Oficina Boca de Leão que ocorre na Biblioteca Pública de Santa Catarina.
Tem os seguintes objetivos:
– realizar a leitura de Lygia Bojunga;
– promover o encontro dos leitores;
– discutir sobre diversos aspectos das obras da autora;
– compartilhar experiências com outros;
– constituir um espaço de diversão e de laços de amizades.
Divulga o livro selecionado para o Encontro do mês de Abril de 2018.
Livro Tchau
Tchau reúne quatro narrativas densas, em que – no estilo habitual que já se tornou sua marca – Lygia transita com inteira liberdade entre o realismo e o fantástico. Aqui, ela nos fala de paixão, de amizade, de ciúme e da necessidade de criar.
Link da sinopse do site: http://www.casalygiabojunga.com.br/pt/obras.html
Foto: http://www.casalygiabojunga.com.br/pt/obras.html

O encontro ocorrerá no Auditório da Biblioteca, das 19h às 21h.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail evandroduarte@fcc.sc.gov.br ou telefone (48) 3665-6422.

A Biblioteca Pública de Santa Catarina está localizada na rua Tenente Silveira, nº 343, no centro de Florianópolis.

Post escrito por Evandro Jair Duarte

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Clube de Leitura, Clube do Livro Lygia Bojunga, Divulgação

Encontro [1-2018] – Abertura

Arte: Lucas Prisco

 

No dia 3 de abril de 2018 às 16h iniciou a Oficina Literária Boca de Leão (OLBL) do ano de 2018 com a Escrita Criativa. Proposta esta que objetiva iniciar os participantes na arte da escrita, assim como soltar a mão para o registro das palavras.

 

No presente ano, a OLBL terá um formato compacto para o seu desenvolvimento, sendo dividida em 2 momentos: Abril – com o exercício da Escrita Criativa; Julho – com o exercício da Escrita de Contos.

 

Todos os encontros são gratuitos e acontecem no Auditório da Biblioteca Pública do Estado de Santa Catarina (BPESC).

 

O horário é das 16h às 18h.

 

A regularidade dos encontros é semanal, decorrendo apenas para o mês de Abril.

 

A carga horária da Oficina é de apenas 12h no total, sendo executadas atividades presenciais e virtuais (pelo envio de e-mails aos participantes exercitarem em casa).

 

Ao pensar em trazer as atividades da OLBL do período noturno para o vespertino, confesso que pensei que iria ter pouca adesão. Para minha surpresa a procura foi grande. O que nos faz pensar em testar, também, o período matutino em algum momentos dos próximos anos.

 

Assim sendo, Eu, Evandro Jair Duarte, coordenador e ministrante da OLBL, iniciei o Encontro de Abertura com uma breve apresentação de minha pessoa e com os recados necessários para o andamento das atividades ao longo do mês.

 

Apresento-me também a você que nos lê. Sou natural de Florianópolis (SC), nasci em uma maternidade da ilha e fui criado em Governador Celso Ramos (SC), município da Grande Florianópolis (SC). Tenho o Curso Técnico em Contabilidade e o Técnico em Processamento de Dados. Sou graduado em Biblioteconomia – Habilitação em Gestão da Informação (UDESC). Especialista em Gestão da Informação e Inovações Tecnológicas (FACINTER/IBPEX). Mestre em Ciência da Informação (UFSC). Doutorando em Ciência da Informação (UFSC). Tive a oportunidade de pesquisar na Graduação a promoção e incentivo à leitura, um estudo multicaso (biblioteca escolar pública e privada). Na especialização analisei a gerência de documentos de cartório, um estudo de caso. No mestrado analisei a Dimensão Estética da Competência em Informação de bibliotecários de Biblioteca Pública, um estudo de caso. No Doutorado trabalharei com a Teoria do Efeito Estético e a Biblioterapia, projeto ainda em elaboração. Cursei uma disciplina, durante o mestrado, no Programa de Pós-Graduação em que a Professora utilizou fortemente a Escrita Criativa. Participei de um curso de Escrita Criativa na Barca dos Livros com a escritora ganhadora do Prêmio Jabuti, Milu Leite. Participei do Curso de Escrita Criativa oferecido pelo SESC Prainha (Florianópolis-SC) com a ministrante Julie Fank. Assim, tudo que aprendo tento colocar em prática com os participantes da OLBL e tem funcionado bem.

 

Dos 30 inscritos apenas 18 estiveram presente. Esta prática é um fenômeno que daria uma boa pesquisa, descobrir os motivos pelos quais as pessoas se inscrevem em cursos, os motivos pelos quais elas desistem e, ainda, os motivos pelos quais os participantes frequentaram e terminaram a oficina. Mas, este é o meu lado pesquisador falando alto agora, vou deixá-lo de lado um pouco.

 

A OLBL foi apresentada por mim aos participantes do dia. Fiz um breve relato da origem da Oficina e da Atividade ser Permanente na BPESC desde o ano de 2016. Falei que o objetivo principal da OLBL é trazer um contato inicial com a leitura e escrita, que a Escrita Criativa propicia momentos de produção textual que envolvam mais o lado pessoal dos participantes até o momento em que se abre para outras práticas da escrita (contos, poesias, crônicas, romances, …).

 

Iniciei a leitura de um texto do livro “Escrevendo com a alma: desperte o escritor que há em você” da autora Natalie Goldberg. O capítulo intitulado “Papel, caneta e a mente do iniciante”. Texto em que gostosamente a autora fala de sua experiência em trabalhar com a escrita criativa com seus alunos. Menciona a escolha da caneta e do caderno para o trabalho de escrever. Um texto muito instigante e provocador de sentidos.

 

Na sequência, realizei a primeira provocação. Os participantes receberam uma atividade de escrita para ser executada em apenas 10 minutos. Um simples exercício de descrição de uma rotina pessoal. Terminado o tempo, foi o momento de socialização. Todos os que se sentiram confortáveis para ler puderam apresentar seus textos aos demais. Digo que foram produções muito boas. Particularmente gostei de todos.

 

Gosto de ver quando há entrega. O resultado é tão bom, tão encantador! É isso acaba por compensar cada segundo dedicado a ministrar esta Oficina.

 

Em seguida, realizamos outra atividade de escrita, com mais 10 minutos. Agora com a prática de escrever uma memória. O resultado foi emocionante, rico e engrandecedor.

 

Terminamos o dia com o dever cumprido e, eu fiquei cheio de alegria de ver no rosto de cada um a alegria de estar ali. Gostei muito de ver as reações dos ouvintes quando um dos colegas liam o que escreveu no Encontro.

Foto – Encontro dia 3 de abril de 2018

Fonte: Evandro Jair Duarte.

 

Estiveram presente:

Evandro Jair Duarte – coordenador e ministrante

Amanda Ballico Zanatta

Walkiria Oliveira Marques da Cunha

Ana Claudia Machado

Maita M. S. Angelo

Cecília Torres

Beatriz M. S. Rohde

Regina Borges Gonzaga

César Eduardo Sturmer

James Raymundo Menezes de Carvalho

Sônia Conceição Mendes

Marta Betelli

Laiz Regis d’Ávila

Teyde Regis d’Ávila

Gabriel Roberto Caripuna

Ana Lívia Meira Pereira

Amanda Laís de Almeida Maria de Fátima Costa

 

 

Post escrito por Evandro Jair Duarte

Deixe um comentário

Arquivado em Escrita criativa, Exercício, Oficina de escrita

[Divulgação 35-2017] – Análise de Narrativas

Arte: Lucas Prisco

No dia 17 de outubro de 2017 a Oficina Literária Boca de Leão estudará o Gênero Literário Contos.

Realizará o exercício de ANÁLISE DE NARRATIVAS.

 

 

Bibliografia

GANCHO, Cândida Vilares. Como analisar narrativas. 3. ed. São Paulo: Ática, 1995.

 

 

Encontros: Todas as Terças-Feiras.

Horário: das 19h às 21h

Local: Auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina.

Contato: evandroduarte@fcc.sc.gov.br

 

Post escrito por Evandro Jair Duarte

Deixe um comentário

Arquivado em Contos, Divulgação

[Divulgação 34-2017] – Clube do Livro Lygia Bojunga – TCHAU

Arte: Lucas Prisco

 

No dia 24 de outubro de 2017 o Clube do Livro Lygia Bojunga encerra o ano com a leitura da obra Tchau.

Tchau

Tchau reúne quatro narrativas densas, onde – no estilo habitual que já se tornou sua marca – Lygia transita com inteira liberdade entre o realismo e o fantástico. Aqui, ela nos fala de paixão, de amizade, de ciúme e da necessidade de criar.

Tchau foi incluído na seleção dos melhores livros da BIBLIOTECA INTERNACIONAL DA JUVENTUDE – Munique, Alemanha.

Texto extraído do site Casa Lygia Bojunga – http://www.casalygiabojunga.com.br/pt/obras.html

Fonte: http://www.casalygiabojunga.com.br/pt/obras.html

Encontros: Todas as Terças-Feiras.

Horário: das 20h às 21h

Local: Auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina.

Contato: evandroduarte@fcc.sc.gov.br

 

Post escrito por Evandro Jair Duarte

Deixe um comentário

Arquivado em Clube de Leitura, Clube do Livro Lygia Bojunga, Divulgação

[Divulgação 33-2017] – Foco Narrativo

Arte: Lucas Prisco

No dia 10 de Outubro de 2017, a Oficina Literária Boca de Leão fará estudo do Gênero Literário: CONTOS

Com estudos de FOCO NARRATIVO.

 

Bibliografia

LEITE, Ligia Chiappini Moraes. O foco narrativo: ou a polêmica em torno da ilusão. 8. ed. São Paulo: Ática, 1997.

 

 

Post escrito por Evandro Jair Duarte

Deixe um comentário

Arquivado em Contos, Divulgação

[Divulgação 32-2017- ENCONTROS DE OUTUBRO DE 2017

Arte: Lucas Prisco

 

OUTUBRO

3 – Não Haverá Encontro – escrita do conto final da Oficina a ser desenvolvido em casa.

10 – Gênero Literário – CONTOS – Estudo do FOCO NARRATIVO

17 – Gênero Literário – CONTOS – Estudo da ANÁLISE DAS NARRATIVAS

24 –   15h – Mesa Redonda com as Escritoras Ana Esther Balbão Pithan, Kátia Rebello, Patrícia Nubia Duarte e Príncia Béli.

17h – Lançamento do E-book “15 Bocas de Leão” – 2016.

19h – Socialização dos Contos Produzidos em 2017 – ENCERRAMENTO

20h – Clube do Livro Lygia Bojunga – Tchau – ENCERRAMENTO

 

 

 

Florianópolis, 28 de Setembro de 2017

 

 

Evandro Jair Duarte

 

Bibliotecário da Biblioteca Pública de Santa Catarina – CRB 14/1145

E-mail: dujaev@gmail.com

 

Post escrito por Evandro Jair Duarte

 

Deixe um comentário

Arquivado em Clube do Livro Lygia Bojunga, Contos, Divulgação

[Divulgação 31-2017] – Clube do Livro Lygia Bojunga – O Sofá Estampado

Arte: Lucas Prisco

O sofá estampado

Um dos livros mais premiados de Lygia Bojunga, O sofá estampado conta uma história aparentemente singela (a paixão de um tatu por uma gata angorá), abrindo em suas páginas um leque de personagens pitorescos, que pincelam com suas ações e diálogos um quadro divertido e emocionante de crítica social.

Texto extraído do site Casa Lygia Bojunga – http://www.casalygiabojunga.com.br/pt/obras.html

Fonte: http://www.casalygiabojunga.com.br/pt/obras.html

 

Encontros: Todas as Terças-Feiras.

Horário: das 19h às 21h

Local: Auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina.

Contato: evandroduarte@fcc.sc.gov.br

 

Post escrito por Evandro Jair Duarte

Deixe um comentário

Arquivado em Clube de Leitura, Clube do Livro Lygia Bojunga, Divulgação

Indicação de Leitura – Lygia Bojunga

Convido a todos para a leitura do livro TCHAU da autora Lygia Bojunga. Obra de contos.

Compartilho um conto dela aqui.

 

O buquê

A campainha tocou. Rebeca correu pra abrir a porta. Até se admirou de ver um buquê tão bonito.

– Mãe! – ela gritou – chegou flor pra você. – Fechou a porta.

A Mãe veio correndo da cozinha e pegou o buquê. Tinha um envelope preso no papel: a Mãe tirou depressa um cartão lá de dentro; leu. O telefone tocou; a Mãe largou tudo e foi atender.

Rebeca quis ler o cartão. Mas estava escrito em língua estrangeira, era francês? Olhou pra assinatura: Niko. Lembrou de uma voz estrangeira que andava telefonando, chamando a Mãe. Botou devagarinho o cartão pra perto do telefone, sem tirar o olho da Mãe. Franziu a testa: a Mãe estava parecendo nervosa, encabulada; mas muito mais bonita de repente!

Rebeca foi se esquecendo de prestar atenção na língua estrangeira que a Mãe estava falando pra só ficar assim: olhando: curtindo a Mãe.

A conversa no telefone acabou.

A Mãe voltou logo pra junto das flores.

– Coisa linda esse buquê, não é Rebeca?

– É.

– Com esse calor é melhor botar ele logo dentro d’água. – Foi indo pra cozinha. – Você não quer me ajudar a arrumar o vaso?

Rebeca ficou parada.

A Mãe olhou pra ela; parou também: assim: meio abraçada com o buquê.

E durante um tempo as duas ficaram se olhando.

Rebeca então foi indo distraída pra cozinha.

A Mãe (distraída também) pegou um vaso, encheu de água.

E as duas arrumaram as flores devagar, sem falar nada; sem nem levantar o olho do vaso.

(BOJUNGA, Lygia. O buquê. In: BOJUNGA, Lygia. Tchau. 17. ed. Rio de Janeiro: Casa Lygia Bojunga, 2003).

 

Post escrito por Evandro Jair Duarte.

Deixe um comentário

21 de setembro de 2017 · 09:00

[Divulgação 28-2017] – Clube do Livro Lygia Bojunga – O SOFÁ ESTAMPADO

Arte: Lucas Prisco

 

O sofá estampado

Um dos livros mais premiados de Lygia Bojunga, O sofá estampado conta uma história aparentemente singela (a paixão de um tatu por uma gata angorá), abrindo em suas páginas um leque de personagens pitorescos, que pincelam com suas ações e diálogos um quadro divertido e emocionante de crítica social.

Texto extraído do site Casa Lygia Bojunga – http://www.casalygiabojunga.com.br/pt/obras.html

 

Fonte: http://www.casalygiabojunga.com.br/pt/obras.html

 

Encontros: Todas as Terças-Feiras.

Horário: das 19h às 21h

Local: Auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina.

Contato: evandroduarte@fcc.sc.gov.br

 

Post escrito por Evandro Jair Duarte

Deixe um comentário

Arquivado em Clube de Leitura, Clube do Livro Lygia Bojunga, Divulgação

[Divulgação 29-2017] – Socialização do Exercício de Escrita de Conto

Arte: Lucas Prisco

 

Exercício de Escrita de Conto – Machado de Assis – A Cartomante – Socialização

Dia 12 de setembro será o dia de socializar a escrita de Contos tendo como inspiração para a construção dos contos, o texto de Machado de Assis denominado “A Cartomante”.

O exercício já está neste Blog, com data de 06 de setembro de 2017.

Socializaremos os textos oralmente no dia 12.

 

Fonte: https://www.estudopratico.com.br/resumo-do-livro-a-cartomante-de-machado-de-assis/

 

Encontros: Todas as Terças-Feiras.

Horário: das 19h às 21h

Local: Auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina.

Contato: evandroduarte@fcc.sc.gov.br

 

Post escrito por Evandro Jair Duarte

Deixe um comentário

Arquivado em Contos, Divulgação