Encontro 2-2017 – Escrita Criativa

Arte: Lucas Prisco

No Segundo Encontro da Oficina Literária Boca de Leão, ocorrido no dia 21 de março de 2017, o Coordenador Evandro Jair Duarte deu abertura com a o desejo de boa noite a todos e na sequência a interação com os participantes ficou em torno da discussão sobre o LIVRO DE CABECEIRA. O intuito era saber quais são as leituras que praticam no momento e conhecer o gosto literária dos inscritos.

Foi passada a lista de presença, pois para a certificação é necessário ter 75% de participação na Oficina. Outra ação fundamental para o bom andamento do Programa de Atividades foi a divisão da turma em duas. Sendo assim, o encontro modificado para cada 15 dias com turma A e B. Dessa forma, todos os inscritos poderão participar até o fim do ano das ações planejadas. Essa divisão foi necessária para que possa ser dada a voz a todos os envolvidos. Com turma grandiosa e reunida fica mais difícil de todos escreverem e poder ler seus escritos.

Outra verificação foi em função do Clube do Livro Lygia Bojunga, foi verificado quem dos inscritos participarão das leituras e dos encontros especiais para discutir as obras da autora.

Uma informação importante foi repassada a todos. Como fazer o cadastro na Biblioteca para poder retirar acervo para leitura.

Dados os recados necessários e feitos os ajustes requeridos, o Coordenador passou para a Primeira prática da noite que foi o seguinte exercício:

Comece com “Eu me lembro”. Enumere várias pequenas lembranças. Se aparecer alguma lembrança importante, escreva sobre ela. Mantenha o texto fluindo. Não importa se o fato aconteceu cinco segundos ou cinco anos atrás. Tudo o que não fizer parte desse momento presente é uma lembrança que vem à tona enquanto você escreve. Se a coisa emperrar, apenas repita a frase “Eu me lembro” e continue de onde parou.

Exercício extraído do livro Escrevendo com a alma: liberte o escritor que há em você, da autora Natalie Goldberg.

Depois discutimos o que a Natalie Goldberg diz: Escrever é um ato coletivo. Ela nos faz pensar que quando lemos incorporamos mais do texto lido em nosso solo criativo. Quando gostamos de um escritor ou uma escritora e o(a) lemos à exaustão, podemos acabar por escrever parecido com ele ou ela. Que por vezes pensamos que os estamos imitando.

Ela diz que isto, por um tempo, não é ruim. Mas, que possamos desenvolver nosso próprio estilo e buscar nossa própria escrita.

Natalie diz que quando nos apaixonamos por um(a) autor(a), nós lemos suas obras e relemos para conhecer não só a história como também seu jeito de escrita e todos os detalhes dela. Assim, começamos a nos familiarizar com seu estilo de escrita. Podemos nos familiarizar com os elementos do texto e utilizarmos de alguns recursos em nossas escritas. O que muitas vezes é normal. Depois de um tempo cada um segue o seu caminho.

A autora nos provoca a reflexão sobre quais autores nós gostamos e quais livros nos apetecem.

Ela diz que Somos Jane Austen quando observamos as inglesas do período regencial.

Sua escrita do capítulo finaliza por nos motivar. Afirma que todos somos capazes de produzir bons textos. Nos alerta para o  cuidado com todos os tipos de excesso, principalmente com o de inferioridade. Pois, todos somos capazes e podemos sim ter qualidade no que escrevemos. Basta que possamos praticar e lapidar nossos escritos. Outra observação com excesso se relaciona com a super valorização do autor, cuidando para não ser soberbo.

Natalie Goldberg é uma gentil escritora e nos provoca para um olhar estético. Ela diz que quando olharmos para os grandes autores, que possamos fazê-lo com o seguinte olhar: “Eles fazem isso há mais tempo, posso trilhar seu caminho por um período e aprender com eles” (GOLDBERG, 2008, p. 96).

Era aniversário da Ana Esther e nós cantamos parabéns e registramos as fotos a seguir.

Participantes presentes:

Evandro Jair Duarte – Coordenador e Ministrante

Ana Esther Balbão Pithan – Ministrante

  1. Laura Julici Dreher de Andrade
  2. Marcelo Aguiar
  3. Pati Peccin
  4. Gustavo Pires de Andrade Neto
  5. José Carlos Ibañez
  6. Olga Maria Panhoca
  7. Júlia Pedrollo Albertoni
  8. Elainy Cristine Peres
  9. Marli Emmerick Ferreira
  10. Domingos Ferreira
  11. Patricia Nubia Duarte
  12. Príncia Bélli
  13. Fernanda Schwarz Pires
  14. Nancy Enelia Fajardo Urazan
  15. Suane Cirilo Nunes Denardin
  16. Claudia Monteiro Moisés
  17. Helena Santos Dal Posso
  18. Ana Cláudia Fabre Eltermann
  19. Vinícius Gomes
  20. Gabriela Bessa
  21. Maiara Corrêa
  22. Natan Schmitz Kremer
  23. Astrid E. Boehs
  24. Simone Maria Losso
  25. Janete D. A Rau
  26. Deise Cristina de Melo de Souza
  27. Patrícia Vilma Pinheiro da Silva
  28. Delmar Gonçalves
  29. Maria de Fátima Correa de Oliveira
  30. Marília Alves
  31. Joana Mitidiero
  32. Sophia Regapane Klein
  33. Carla Ariane Paes Ribeiro
  34. André Lisboa da Silva
  35. Patrícia Schwarz
  36. Mery Cristina Neves
  37. Natália Steffany Silva

Post escrito por Evandro Jair Duarte

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Escrita criativa, Primeiras reuniões

Uma resposta para “Encontro 2-2017 – Escrita Criativa

  1. Quer coisa melhor do que um bom bate-papo sobre escrita literária e comemorar o próprio aniversário com um pessoal tão empolgadão???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s